Assim será Woven City, a cidade futurista digital concebida pela Toyota

A imagem futurista dos ambientes urbanos e os planos a respeito despertam uma poderosa curiosidade. Toyota sempre ativado o fator com o surpreendente anúncio de que o em 2021 começa a construir Woven City, uma cidade digital para funcionários, pesquisadores e suas famílias definida pelo acesso a novos níveis, a mobilidade, a ajuda robótica, a automação e inteligência artificial.A empresa japonesa revelou suas intenções no âmbito do CES, a mídia feira internacional de tecnologia de consumo, que acontece nestes dias em Las Vegas (Estados Unidos). “Construir uma cidade inteira a partir do zero é uma oportunidade única para o desenvolvimento de tecnologias futuras, incluindo um sistema operativo digital para a sua infra-estrutura. Com pessoas, prédios e veículos ligados entre si através de dados e sensores, podemos experimentar a IA tanto no âmbito virtual como no físico e amplificar o seu potencial “, explicou Akio Toyoda, presidente da Toyota Motor Corporation.Woven City, denominação alusiva às suas interconexões (cidade permeada), se localizado aos pés do monte Fuji, e terá em torno de 2.000 habitantes, número integrada por trabalhadores no activo e reformados, suas famílias, cientistas, parceiros e visitantes.Toyota modula o perfil de colônia industrial ao concebirla como um ‘laboratório vivo’, em que o desenvolvimento de tecnologias ligadas à mobilidade, os veículos autônomos, a robótica, as cidades inteligentes e a valorização do potencial da comunidade, sem ignorar fatores como a natureza e a saúde. O seu sistema irá funcionar através de hidrogénio.No projeto deste ecossistema, focada na pesquisa e os avanços trabalha a empresa de arquitetura dinamarquês Bjarke Ingels Group (BIG), artífice do Two World Trade Center de Nova York ou de uma das sedes do Google.A urbe-incubadora terá três tipos de vias entrelaçadas: uma apenas para veículos rápidos, uma mista para baixa velocidade, mobilidade pessoal e pedestres, e outra exclusiva para estes últimos, e destinada à tranqüilidade, ao lazer e aos passeios pelo parque.A Toyota pretende-se que a cidade seja 100% sustentável, daí que os prédios venham a construir em primeiro lugar com madeira, a qual será complementada com dispositivos robóticos. Os telhados contarão com placas fotovoltaicas para aproveitar a energia solar, que será acrescentado à fornecidas pelo hidrogênio.O transporte em Woven City será regido por veículos totalmente autônomos e de emissões zero. As famílias devem prever a robótica, a inteligência artificial e até mesmo sensores para controlar e verificar a saúde dos moradores.
20MINUTOS.É – Tecnologia

Assim será Woven City, a cidade futurista digital concebida pela Toyota
Source: português  
January 8, 2020


Next Random post