O namoro sem ficar em um bar? As apps de relacionamentos continuam funcionando a todo vapor

Durante algumas semanas, vamos ficar sem o café do bar, o trajeto de metrô ou a aula de teatro. Todos esses lugares que você já tinha planejado como a situação ideal para encontrar o amor de sua vida. Calmo, como sempre, a tecnologia está aqui para salvá-lo: as aplicações para conhecer pessoas estão mais populares do que nunca.


E manter a distância social não significa desligar, que não o fizemos, nem muito menos: as principais redes sociais experimentaram um aumento no uso de 55% nas últimas semanas, de acordo com a Comscore; e, em quanto a Internet se refere, as operadoras de telefonia afirmam que as redes IP viveram incrementos de tráfego superiores a 40%.

Até o presidente do Governo, Pedro Sanchez, garantiu na quarta-feira, 16 de março fomos o quinto país do mundo com mais tráfego de Internet.

E se isto é assim, em geral, pode-se prever que, quando se trata de ligar, com o que mais gosta em Portugal, a coisa se mantém ‘on fire’: os espanhóis não só não deixaram as principais plataformas de namoro, mas que são de os usuários que mais aumentaram sua utilização.


É o caso de Tinder, por exemplo, aplicação em que as conversas têm aumentado em 30% desde o início de março, não só em quantidade mas também em duração -em média, duram 26% a mais-. Além disso, a nível global, no domingo, dia 29 de março, bateu um recorde na história da aplicação, que registrou mais de 3.000 milhões de ‘swipes’ em todo o mundo.

Badoo também foi notificado a nível mundial, um aumento durante as últimas semanas, as conversas online entre os membros da aplicação, as quais são “mais longas e ricas em conteúdo”, dizem em comunicado de imprensa. Ou seja, cresceram tanto o número de interações como o comprimento as frases utilizadas nestas interações.

Em particular, em Portugal, o Badoo “viu um aumento de 22% em média mensagens enviadas“, e no caso das mulheres até 25%. Quanto à duração dos diálogos, cresceu também um aumento de 22%.

happn, outro dos líderes em aplicações de namoro, diz que 70% de seus usuários admite que agora prefere “as conversas longas e a descoberta do outro a longo prazo”. Este aplicação expandiu seu serviço e agora a sua rádio de cruzamento, que inicialmente era de 250 metros ao redor do usuário, é de até 90 quilômetros.

Os usuários buscam alternativas. Por exemplo, no Badoo, fazem pedidos surpresa de comida ao domicílio para degustá-los no vídeo-chat -ferramenta cujo uso aumentou 10%-, tomar uma bebida virtual juntos ou participar em jogos de mesa online.

Mas, além disso, também mudou um pouco o tom: em Tinder, as bios que contêm mensagens preocupando-se com o resto de usuários têm aumentado entre o 10-30% a nível global com relação a princípios de março.

E no Badoo 7% dos usuários espanhóis actualizar o seu perfil, a cada dia e, em geral, “as pessoas procure conexões mais honestas, e o fazem através de conversas mais profundas e elaboradas”, explica a partir desta plataforma.

Precisamente para encorajar os usuários, a rede de contatos, mais conhecido por ter aberto a opção ‘Tinder Passport’ de graça até o dia 30 de abril. O objectivo? Que o usuário possa colocar a sua localização em qualquer lugar do mundo e, assim, falar com pessoas a milhares de quilômetros de distância.

Se só pode estar em uma cidade por vez, você pode alterar a sua localização quantas vezes quiser. Além disso, os membros que se tenham gostado, enquanto utiliza a função ‘Passport’ podem ver o seu perfil em até um dia depois, mesmo que tenha mudado a sua localização.

E, por certo, alterar a localização é assim tão fácil:

20MINUTOS.É – Tecnologia

O namoro sem ficar em um bar? As apps de relacionamentos continuam funcionando a todo vapor
Source: português  
April 11, 2020


Next Random post