‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais

‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais

Há algumas semanas em Espinof vos tínhamos as nossas primeiras impressões sobre 'Knightfall' e vos trasladábamo...

Há algumas semanas em Espinof vos tínhamos as nossas primeiras impressões sobre ‘Knightfall’ e vos trasladábamos nosso temor ao prever que a série se inclinara por tramas fantásticas, mais do que pelo rigor histórico. Infelizmente, as nossas previsões estavam certas.

Para os mais sorrateiramente, ‘Knightfall’ é o relato em 10 episódios de a queda da Ordem do Templo perante a última perdida do Acre no ano de 1291, após o abandono dos templários diante das forças muçulmanas. A série nos situa em Paris a 15 anos após este fato, mostrando os cavaleiros enfraquecidos, mas apresentados como estreitos colaboradores e ao serviço do rei Felipe IV.

Continuamos com a falta de rigor histórico e tramas desequilibradas

Como você pode apreciar é uma trama em que os ramos da trama podem ser amplas, e não em todas elas, deve-se desfrutar de uma extrema veracidade, mas depois de assistir a temporada, há uma trama que diretamente é inaceitável. Descobrimos que converter para Aragão no reino de Catalunha não tinha sido um delírio no segundo episódio da temporada, se não que vai fazer parte de uma marinha dos estados unidos da rainha Joana em que se fala do reino de Catalunha, com total convicção.

para não falar da ligeireza com que personagens históricos morrem afastando-se totalmente de seu verdadeiro fim. Há que lembrar que estamos diante de uma série de History Channel embora possamos desfrutar em HBO Brasil, com o que os erros históricos chirrían ainda mais.

‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais

a principal estamos perante o declínio dos templários após esse fracasso das cruzadas, a única esperança de voltar a lutar pela Terra Santa é encontrar o Santo Graal. Através dos oito episódios acompanhamos Landry (Tom Cullen) em sua incessante busca. O que pode ser como uma história de desafios e aventuras, e acaba sendo decepcionante para os escassos meios de produção e a pobreza em sua realização.

E o que dizer das tramas secundárias… a rainha Joana é tratada a vontade do rei de França, e nos últimos episódios obviada, coisa que parece impensável, já que a rainha não era importante apenas em seu “Reino de Catalunha” se não que representava uma das maiores potências e é digno de dúvida que essas tramas palacianas fora tratada de tal maneira.

Não há equilíbrio entre a trama principal e as tramas do palácio, nos primeiros episódios é dada mais importância às intrigas, em que deve aparecer um vilão, neste caso, De Nogaret (Julian Ovenden) que se encarrega de secar e obter tudo o que se propõe para o seu próprio benefício, deixando, portanto, de lado a busca do Graal que se supõe que é o principal atrativo da série.

‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais

o que leva esta primazia das subtramas é denotar o atraso no avanço da trama principal e nos encontramos com uns dois episódios finais, cabe dizer que os melhores da temporada, onde se deixa de lado a personagens e se concentra de forma frenética em resolver a busca do Santo Graal.

Estes dois episódios finais apesar de seu ímpeto por terminar e iniciar frames são os mais dinâmicos e interessantes da temporada, deixando a porta aberta para uma possível segunda entrega. Os insensatez no rigor histórico são constantes, mas se há algo que falha ainda mais ‘Knightfall” é o tratamento de vários personagens.

Os personagens, o grande problema de ‘Knightfall’

‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais

O personagem de Isabel (Sabrina Bartllet), a filha de Joana e o rei Felipe ou Isabella, como ele prefere nomeá-la na série, desaparece por completo nos últimos episódios e trata-se de uma forma muito volúvel suas motivações, o que faz deste personagem alguém totalmente dispensável, como o resto de seus irmãos que não aparecem diretamente na produção.

Joana (Olivia Ross), a rainha, como já disse, sofre um tratamento bastante errado e sua saúde não acompanha com essa figura poderosa e romântica que trata-se retrata, mas o mais ridículo é a figura do rei de França (Ed Stoppard), que parece mais uma paródia.

De Nogaret é, talvez, o personagem que dá mais jogo no seu papel de vilão, mas que, como muitos outros, é diretamente esquecido no final de temporada, além de ser um personagem que lhe falta, embalagem e que fracassa em sua tentativa de se tornar um “Dedinho” da época templária.

‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais

Tom Cullen que interpreta a Landry, o protagonista absoluto, você deixa tudo no plano físico, mas escasseia, o seu envolvimento a nível emocional, precisamente, o ponto-chave que marca a diferença com o resto de seus companheiros templários. Seus instintos e emoções criam a base da trama e da personalidade do protagonista. Em suma, os personagens lhes falta faísca.

o Nosso instinto ao assistir os primeiros episódios nos fazia pressagiar mais ausência de rigor histórico e o pouco que começariam cautivarnos as tramas adicionais , e assim aconteceu, ‘Knightfall’ não cumpre as expectativas apesar de ter tudo a seu favor. Haverá que esperar de uma possível segunda temporada e desejar uma melhora no tratamento da série.

Também recomendamos

Depois de 'Vikings', Histórica aponta agora para os templários

Plissados, linho, cetim: se temos como passar das peças mais importantes do seu guarda-roupa e poupar a tinturaria

'Knightfall', uma aposta no entretenimento que negligencia a recriação histórica


A notícia ‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais foi publicada originalmente em Espinof por Lara Ben-Ameur .

‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais
Espinof

a Sony anunciou nesta semana o preço e a disponibilidade de sua nova linh...

Apenas algumas semanas depois de rolar a sua spiffy new Perfil páginas ...

EFE O filme parodia gurus que fazem negócios com a religião. Vári...

Chegarão no próximo dia 24 de outubro, junto a Zeku, o novo lutador.Os u...

Bibliografía ►


Phoneia.com (February 13, 2018). ‘Knightfall’ confirma-se como uma grande decepção apesar da melhora em seus episódios finais. Recovered from https://phoneia.com/pt/knightfall-confirma-se-como-uma-grande-decepcao-apesar-da-melhora-em-seus-episodios-finais/